Não há paradas programadas para o fim de semana, mas não estamos livres de emergências" diz Cosanpa

A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) garante que não há nenhuma parada programada para o Complexo Bolonha para os próximos dias. Apesar disso, o órgão faz uma ressalva: "não estamos livres de emergências", ao considerar que possíveis paradas emergenciais podem vir a ocorrer.

Uma dessas paradas, por exemplo, ocorreu na manhã desta quinta-feira (18), às 08h30, quando o Complexo Bolonha precisou ser parado e o fornecimento de água em 14 bairros bairros foi interrompido. Segundo a Cosanpa, essa parada "não foi programada, foi de emergência por conta do baixo nível da cisterna". "Sempre que ela atinge 25%, é necessário fazer a parada para proteger o sistema e evitar a entrada de ar nas bombas" esclarece o órgão.

Para o feriadão da Semana Santa, a Cosanpa explica que casos como o desta manhã podem ocorrer e garante que a situação atual - referindo-se às constantes paradas no sistema - "é consequência dos anos sem investimento", ao lembrar que a última obra no Complexo foi entregue em 2010 "com várias ressalvas, ou seja, pendências que até hoje não tinham sido resolvidas, de acordo com o relatório da Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto (AMAE)".

Por fim, o órgão ressalta que "apesar da cidade ter crescido e a demanda aumentado, dos 16 filtros, apenas oito estão em funcionamento". "Manobras emergenciais estão sendo feitas para que o abastecimento seja regularizado e a obra de modernização do complexo, com investimentos de 155 milhões de reais, também está em andamento para normalizar totalmente a situação" conclui o comunicado.

Categoria:depoimentos